Asas de Flor

Poesia em seu coração

Textos


Basta a fé de um menino

Você diz que está incompleto,
te falta, a chama da juventude,
buscando a si mesmo, erga os olhos e veja,
como você veio tão longe... menino
com asas de anjos e corpo de luz
até ontem, abrindo caminho pelo céu da noite.
Com o olhar do homem que sabe,
na ternura de um sorriso ver o paraíso,
enxerga sua alma com olhos de espera,
em espelhos de águas que não levam
os sonhos tão simples que espelham-se ali.
A fé pode fazer com que os cegos vejam
algo extraordinário acontecendo em tudo,
pense-se no fantástico da vida como instante - único.
Aconteceu uma vez, e pelo menos outras três,
por dentro de ti ou seus sonhos,
no fundo de um poço,
imagens espelhadas um do outro.
Momento mágico registrado para a eternidade.
Olha, observa, grava.
O tempo nos presenteia.
Estrelante luz do raio
tal e qual casta de uva branca
em brilho de colar de contas
desce do céu reluzente.
Na imensidão do infinito,
sobre um pano de uma cor tão viva,
ponto a ponto e em estrela,
Nosso Senhor do tempo cria.
No olhar e interior da gente,
mergulha agora como graça,
preciosa gota de vida divina
que nunca mais tornará a cair.

 
Matilde Diesel Borille
Enviado por Matilde Diesel Borille em 21/11/2017
Alterado em 22/11/2017


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras