Asas de Flor

Poesia em seu coração

Textos


Flores no fundo do mar

Eu sinto que quero
- pensamento tangível -
cá e lá raízes aprofundar.
Também imagino
- pensamento sensível -
mover-me num mundo
que possa revelar
delícias do paraíso 
que a luz do Sol 
permite contemplar.
Minh’alma severa interroga
- pensamento incompreensível -
acaso sou responsável por ti?
Rodando, rolando, rodopiando,
vai-te e leva o jamais consigo.
Meu eu-poético não pode ainda,
no verso que vela o deserto falar,
que aprendeu preencher vazios,
plantando flores no fundo
da imensidão do próprio mar.
Matilde Diesel Borille
Enviado por Matilde Diesel Borille em 14/11/2017
Alterado em 14/11/2017


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras