Asas de Flor

Poesia em seu coração

Textos


Olééé!
Meu Deus! Quanta beleza!
Tudo é luz!
É contemplação!
É extase!
Pelas passarelas dos verdes jardins,
ruas, avenidas e praças iluminadas
pululam figuras negras e lindas
sem máscaras emprestadas.
Encantada,
com a gama de múltiplas cores
dos farfalhantes risos,
sublime artista,
com giz de cera retrata
alegria, numa alforria,
colocando para fora tudo que queria.


 
 
Matilde Diesel Borille
Enviado por Matilde Diesel Borille em 06/08/2017


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras