Asas de Flor

Poesia em seu coração

Textos


Um caminho um nome um rosto
 

Querendo muito aprender
a relacionar-me com o outro,
fui à minha família,
saber como era a minha família.
Todos eram minha família.
Querendo muito me comprometer,
quis ligar-me à unidade da fé,
fui à minha igreja,
saber como era a minha igreja.
Todos eram minha igreja.
Querendo muito assumir
um compromisso de união,
fui à minha comunidade,
saber como era a minha comunidade.
Todos eram minha comunidade.
Querendo muito exercer
meus direitos e deveres de cidadão,
fui à minha cidade,
saber como era a minha cidade.
Todos eram minha cidade.
Querendo muito conhecer
meu país, minha pátria e raiz,
fui ao meu Brasil,
saber como era o meu Brasil.
Todos eram meu Brasil.
Querendo muito me ocupar
com aquilo que interessa a todos,
fui à nossa casa comum,
saber como era a nossa casa comum.
Todos eram nossa casa comum.
 
Matilde Diesel Borille
Enviado por Matilde Diesel Borille em 03/08/2017
Alterado em 03/08/2017


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras