Asas de Flor

Poesia em seu coração

Textos


Introspectivo Salgueiro

Desperta-te Salgueiro,
desperta-te, ja é tempo
de sair desse invernal
sono de esquecimento.
Apressa-te, meu Chorão,
desperta-me, já é tempo,
contigo quero aprender 
a arte de dar e receber,
me curvar e saber ceder,
e em profunda gratidão,
sob o amplo céu 
a sagrada face da terra
beijar.

Meu introspectivo e bonito Salgueiro chorão
já dura o tempo necessário para se fazer inesquecível.
 












 
Matilde Diesel Borille
Enviado por Matilde Diesel Borille em 28/07/2017
Alterado em 28/07/2017


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras